Editorial

0
301

Jornal Província Centro Oeste.

05/05/2020.

O Jornal Província Centro Oeste vem a publico repudiar as agressões que os seguidores de Jair Bolsonaro praticaram, no dia do trabalhador, contra enfermeiros que estavam na Praça dos Três Poderes fazendo ato de homenagem aos profissionais de saúde que estão arriscando suas vidas no combate à pandemia do coronavírus

E no dia da Imprensa, jornalistas e fotógrafos foram hostilizados e agredidos por seguidores do Bolsonaro.

Lembramos que o Código de Ética da Associação Nacional de Jornais (ANJ) é bem objetivo nos seus preceitos quanto ao compromisso das empresas jornalísticas na defesa da democracia. Diz seu texto que é dever dessas empresas  manter sua independência, apurar e publicar a verdade dos fatos de interesse público, não admitindo que sobre eles prevaleçam quaisquer interesses. Diz ainda que é seu dever defender os direitos do ser humano, os valores da democracia representativa bem como assegurar o acesso de seus eleitores às diferentes versões dos fatos e às diversas tendências de opinião da sociedade.

O peso da instituição Imprensa na construção ou desconstrução de uma democracia advém de seu poder de mídia, sua capacidade de comunicação e de sua habilidade de produzir um tipo de conhecimento, que alimenta uma robusta circulação social da informação, fenômeno único na história da humanidade. Em jogo permanente, a disputa da hegemonia das idéias na sociedade.

Por isto, o Justificando repudia veementemente quaisquer violações à liberdade de imprensa e ao direito de expressão. Somos, neste momento, solidários ao jornalismo da  Folha de São Paulo, que não deveriam ser  cerceadas em seu trabalho, nem abertamente escancaradas como inimigas de um governo que se diz republicano. Devendo, portanto, o governo se retratar da sua falta de compromisso com os preceitos democráticos e tratar a imprensa com a devida respeitabilidade.

Do mesmo modo, ainda em defesa da democracia, diante de uma guerra declarada entre Governo Federal e Rede Globo, espera-se que as partes conduzam suas desavenças dentro dos parâmetros legais e sob os holofotes republicanos.

É claro, neste momento, que a crise instaurada no governo Bolsonaro, que mostra,o despreparo, de uma gestão de erros sucessivos, como a demora de combater as queimadas, a demora de conter o óleo nas praias, isso fragiliza a sua capacidade de comando e fortalece outros  que se demonstram mais organizados do que sua base civil, tornando  cada vez mais fortalecidos na hierarquia do Poder. Por esta razão, dentre outras lógicas do “fair play” político, não deve também a imprensa se colocar em um jogo de poderes para destituir ou desestabilizar um presidente eleito. Cumpre ressaltar, para avivar a memória dos leitores, que a Rede Globo, em 2014, ainda que tardiamente, publicou que o “Apoio editorial ao golpe de 64 foi um erro” e reconheceu estarem ao lado dos militares durante o golpe de estado e na sua sucessão.

Grupos e seguidores sendo excitado o ódio. Contra poderes do nosso país.

Tentam denegrir a imagem de nosso judiciário.

Tentam de todas as formas manipular a Policia Federal, em seu favor.

Apesar de possuirmos linhas editoriais distintas, que refletem visões de mundo diferentes, utilizamos de texto do próprio editorial da Globo para lembrar que neste frágil momento democrático devemos estar fortes e atentos enquanto imprensa: “À luz da História, contudo, não há por que não reconhecer, hoje, explicitamente, que o apoio foi um erro, assim como equivocadas foram outras decisões editoriais do período que decorreram desse desacerto original. A democracia é um valor absoluto. E, quando em risco, ela só pode ser salva por si mesma.”

Sim – reafirmamos – a democracia ainda é o melhor caminho. O Justificando acredita nisto e repudia os incessantes ataques deste governo contra a imprensa nacional.

Jornalistas, repórteres, fotógrafos, profissionais da saúde e os profissionais de todos os segmentos querem deixar sua nota de repudio e dizer que todos são formadores de opinião. E que a opinião de cada um deve ser respeitada.

É lamentável que numa época de mortandade que o nosso país está passando. O nosso Presidente, seus filhos e seus seguidores não respeitam a dor de quem está enlutado por um ente querido.

Nesse momento de angustia e dor o Jornal Província Centro Oeste vem externar os votos de sentimentos as famílias que choram pelos seus que foram.

Fiquem em casa.

Vamos vencer mais essa.

Carlos Ferreira.

Jornalista e Colunista.

DRT 0012376/DF

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here